Cobertura: WWE RAW 08/04/19 - Wild Tag Team Brawl - Blood Wrestling - Aqui o Wrestling é nosso sangue!

Cobertura: WWE RAW 08/04/19 - Wild Tag Team Brawl

Compartilhar
Na noite desta segunda-feira (08), a WWE em parceria com a USA Network realizou o primeiro episódio do Monday Night RAW após a Wrestlenania 35 que aconteceu ontem. Confira a cobertura completa do evento.



Cobertura:

O WWE RAW começa com seu vídeo temático de introdução.
Vemos um segmento com Seth Rollins e Kofi Kingston.
1) Curt Hawkins & Zack Ryder vencem The Revival (Scott Dawson & Dash Wilder) por pinfall para reterem os Raw Tag Team Championships após Hawkins aplicar um “Schoolboy” em Wilder.
2) Alexa Bliss vence Bayley por pinfall após aplicar um “Snap DDT”.
Vemos uma promo de Becky Lynch. O segmento termina com Lacey Evans aparecendo, atacando ela e depois sendo surrada pela atual campeã da WWE.
3) Aleister Black & Ricochet vencem “The Glorious” Bobby Roode & Chad Gable por pinfall após Ricochet aplicar um “Codebreaker” em Gable.
* Após o combate, Roode atacou Ricochet pelas costas, o derrubando, antes de ajudar Gable a sair do ringue e irem ambos embora.
Vemos Elias no ringue. Ele faz uma promo e termina dizendo que quem o interromper será um homem morto. Undertaker vem ao ringue e o ataca.
4) Finn Bálor vence Sami Zayn por pinfall para reter o Intercontinental Championship após aplicar um “Coup-de-Gráce”.
Após o combate, Zayn disse que achava que retornar naquela iria curar suas aflições, mas apenas reforçou algo que sentiu durante os nove meses em que esteve afastado: que os fãs sentiam sua falta.
Porém, ele diz que nunca sentiu falta de nenhum fã, atestando que a WWE se tornou um ambiente de trabalho tóxico não por causa dos McMahons, mas sim pelo público. Ele continua ao dizer que vive uma via ótima, mas que a platéia se importa apenas em agir como críticos por terem um vida vazia e sem sentido, agindo como “vozes da razão”.
Ele diz que não está lá para salvar a empresa, e sim para fazer o que é certo: aparecer toda semana e prender todos nas cadeiras, pois nenhum outro lutador o fará, completando que veria todos no inferno e indo embora.
Vemos um segmento com Kurt Angle e Baron Corbin. O segmento termina com Kurt Angle atacando ele e sendo atacando por Lars Sullivan.
5) WWE Champion Kofi Kingston vence WWE Universal Champion Seth Rollins em um Winner Takes All Match por desqualificação após Cesaro e Sheamus aparecerem e lhe atacarem.
Após o combate, o Bar seguiu com o ataque, impedindo Rollins de salvar Kingston, que entretanto, conseguiu se recuperar e expulsar os heels do ringue com Seth.
O Universal Champion pergunta o que há de errado com os europeus, e diz a Kofi que eles iriam terminar aquele combate em outro momento, chamando para enfrentar Cesaro e Sheamus em um tag team match.
6) WWE Champion Kofi Kingston & WWE Universal Champion Seth Rollins vencem The Bar (Cesaro & Sheamus) por pinfall após aplicarem uma combinação de “Trouble in Paradise” e “Blackout” em Cesaro.
Após o combate, Kofi ofereceu um cumprimento a Seth, que após alguns segundos de hesitação aceita, comemorando a vitória junto a ele, sendo assim encerrado o programa.
Créditos: Wrestling Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário