Blood Wrestling Entrevista #1 - Jarbas Duarte - Blood Wrestling - Aqui o Wrestling é nosso sangue!

Blood Wrestling Entrevista #1 - Jarbas Duarte

Compartilhar
Eae leitores e leitoras do Blood Wrestling, tudo bom com vocês? cá estou em parceria com o twitter do Pro Wrestling Total estamos trazendo uma entrevista com ninguém mais ninguém menos do que o narrador da WWE na época de SBT, o grandioso e monstro sagrado Jarbas Duarte. Bora conferir o que rolou nessa entrevista?

A entrevista com Jarbas Duarte terá um total de cinco perguntas e você pode conferir as perguntas e respostas abaixo:

Primeira pergunta: Jarbas, sua voz ficou eternizada para os fãs de luta livre do Brasil. O que a luta livre significa para o senhor? 

Resposta: A luta livre significa muita coisa na minha carreira, pois eu comecei com Gigantes do Ringue, na Gazeta, por 6 anos, depois tive essa oportunidade de narrar a WWE, mas eu sou um cara de rádio, sempre narrei futebol, vôlei, basquete, e a luta livre foi uma oportunidade diferente que eu tive, e eu agarrei. Quando me chamaram pra narrar o GdR por exemplo, me perguntaram se eu sabia narrar luta e eu disse que não, e eles disseram que era exatamente eu que eles queriam. Eu fiquei surpreso, e perguntei como assim, se eu não sei narrar a luta, e me disseram que eu era muito animado na transmissão, que eu tenho muitas frases marcantes no futebol e posso fazer a mesma coisa no PW. Ou seja, a luta livre significa uma parte muito gostosa da minha vida, onde eu trabalhei curtindo.

Segunda pergunta: O senhor conhecia a WWE antes de narrar? Ainda acompanha a empresa? 

Resposta: Por incrível que pareça, eu não conhecia nada da WWE, não acompanho mais, as vezes vejo algumas chamadas que aparecem em redes sociais. Perdi muito o contato, e até mesmo o prazer de tudo isso, foi uma oportunidade profissional muito grande na minha vida, eu entrei em um processo contra o SBT, ganhei a ação, e acabou ficando meio chato, pois era uma coisa muito legal, que eu adorava fazer.

Terceira pergunta: Que momento que o senhor narrou que ficou marcado? 

Resposta: Ah, não tem um momento em específico. A ida pra Stanford, cidade sede da WWE, ficar hospedado no mesmo hotel que os lutadores, andar na limosine dos caras, nos estúdios, mas a luta que marcou mesmo foi aquela do Jeff Hardy contra o Randy Orton, a mais marcante com certeza foi essa.

Quarta pergunta: Caso fosse convidado para voltar a narrar a luta livre, o senhor aceitaria? 

Resposta: Aceitaria, claro, sem pensar duas vezes. Mas acho difícil, eles vão querendo pessoas mais jovens, já tenho 54 anos, mas claro, se o convite aparecer, aceitaria com maior prazer.

Quinta e última pergunta: O que o senhor faz atualmente? Divulgue pra gente o seu trabalho! 

Resposta: Eu tenho a minha rádio, onde transmito futebol do estado de São Paulo as quartas e domingos, eu criei um aplicativo chamado Rádio Futebol, e tenho muito ouvintes que acompanham a WWE.''

Jarbas, muito obrigado pela sua participação, agradecemos de verdade pelo seu serviço prestado a luta livre, e saiba que sua voz está eternizada na memória dos fãs de WWE aqui do Brasil!

Essa é a primeira edição do novo quadro do Blood Wrestling, o Blood Wrestling entrevistas onde nós do Blood estamos interessado em trazer cada vez mais entrevistas para vocês, seja com com lutador, ex-lutador, narradores e todos outros de exemplo que for possível no mundo do Wrestling. Espero que gostem. Sigam o nosso parceiro Pro Wrestling Total no Twitter e não esqueça de nós seguir no twitter também:


Por hoje é só pessoal e vejo vocês na próxima edição do Blood Wrestling. Créditos totais ao Pro Wrestling Total por essa entrevista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário